Visita de Estudo – Tenda El Shaddai

12 11 2007

O centro de reabilitação de toxicodependentes – Tenda El Shaddai – foi fundado em 14 de Junho de 1996 pelo angolano Teonório, que amavelmente todos tratam por Tio. Foi o primeiro centro de reabilitação a funcionar em Cabo Verde. Já com 11 anos de funcionamento, aparece agora mais um centro na Granja de São Filipe, Cidade da Praia, que veio ajudar na reabilitação dos toxicodependentes.   

El Shaddai significa Deus todo-poderoso. E é em Deus que os Internos do Centro encontram forças para lutarem contra a dependência das drogas e do álcool. É sobre as palavras de Deus que tentam edificar uma nova vida. Uma vida diferente daquele que tiveram e que ainda sentem o gosto amargo. Tentam, por tudo, não voltar à essa vida, mas por vezes caiam de novo na vida das dragas e da precariedade.  

Essa foi uma das estórias contadas por um dos Internos. Pensou estar reabilitado, deixou a Tenda e voltou à sociedade. Mas, como disse, a sociedade não estava para o receber… “quando voltei, se haviam portas que ainda estavam entreabertas pra mim essas também fecharam-se, como todas as outras que tinham sido fechadas para mim quando comecei a usar droga”.   

Os caminhos que levaram os Internos para a vida das drogas são quase parecidos. A maioria tem a ver com a falta de compreensão, atenção, carinho, apoio. O amor que não receberam levou-os a refugiar-se nas drogas. Um dos Internos exprimiu com sentimento o seu fracasso – “eu deixei-me levar pela droga porque sou uma pessoa muito sensível, as pessoas me ofendem com facilidade… a falta de atenção ou uma descriminação na minha família me ofendia profundamente… e como o meu espírito é sensível e fraco caía nas drogas.  

Outros motivos que apontaram por terem caído nas drogas foram influência de amigos, curiosidade, querer experimentar, falta de oportunidades. Essas estórias contadas na primeira pessoa obriga-nos, a todos, a compreender que a sociedade tem que sentir-se culpada por cada toxicodependente que estiver nas ruas. Isto porque talvez se os tivéssemos dispensado a atenção e o carinho devido não teriam motivos para se refugiarem nas drogas. 

Desses testemunhos os alunos devem tirar uma lição simples, mas que pode salvar a vida de muitas pessoas: é que, como disse a Professora Graça na altura da visita, devem pensar duas vezes quando pensam injuriar os colegas, ofende-las e fazer troça das suas fraquezas. Porque esses colegas também podem ser sensíveis e não ter força para lidar com essas ofensas e outras que podem estar a sofrer em casa, e este ser motivo suficiente para caírem nas drogas ou fazerem outro disparate qualquer na própria escola, que eu nem quero mencionar, mas que assistimos várias vezes na televisão e que nos deixa aterrorizados.   

Outra lição que devem tirar, e que foi vivamente recomendada pelos Internos, é que as drogas não levam a lugar nenhum. Aliás, como disse outro Interno, leva sim… “à prisão, ao hospital e ao cemitério”. Por isso, nós devemos encontrar estímulos para viver em nós próprios, mesmo quando não recebemos incentivos das outras pessoas, principalmente daquelas que gostamos muito. Cair nas drogas é escolher o caminho mais fácil, é aceitarmos a nossa derrota, o nosso fracasso. Devemos encontrar na autoestima, na vontade de viver e de vencer a força necessária para mostrarmos ao mundo que nós também somos especiais, nós também temos capacidade para fazer coisas bonitas e úteis para a sociedade. Existem formas saudáveis para expressarmos a alegria ou para defrontarmos com os nossos problemas sem necessidade de usar drogas. Se têm dificuldades em as encontrar, pelo menos lembram-se que El Shaddai pode ser de boa ajuda, e ajuda sempre os que precisam sem discriminar, como faz com os nossos bons amigos da Tenda.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: